Influenciar sem Autoridade (VILT)

Podemos aprender bastante a observar o que fazem os que têm experiência em influenciar os outros, com sucesso, serem bem sucedidos Compreender o nosso nível atual de influência e qual deve ser, ajuda-nos a criar uma estratégia e a usar ferramentas práticas comprovadas para sermos capazes de influenciar os outros sobre os quais não temos autoridade, com tanto sucesso como aqueles que tentamos imitar.

Duração

60min Kick-off mais 2 x 90min VILT

Número de Participantes

Máximo 12 participantes

Objetivos

Aplicar estratégias que possam ser aplicadas com mais eficácia na comunicação e colaboração com os seus interlocutores (virtuais).

Resultados

Usar metodologias comprovadas para analisar com eficácia os seus interlocutors, ao criar estratégias para os envolver nos seus projetos.
Explorar o princípio de “Currencies” (Moeda de Troca?) para definir onde reside a motivação deles.
Criar o seu próprio capital de influência ao explicar: “O que é bom por fazer negócio comigo!”
Usar questões ponderosas para influenciar a atitude das pessoas e disposição para cooperar.
Aplicar uma formula fácil de usar para influenciar sem autoridade (o modelo CAN).

Outros Benefícios

Formação Certificada DGert, com a emissão de certificado de formação profissional (SIGO);
Isenção de IVA;

Kick-off

Kick-off
60 min
Partilhar a jornada de aprendizagem
Definir contexto e relevância
Explorar uma das ferramentas de análise
Preparar exercícios Preparatórios (aprox. 40 minutos)

VILT 1

Parte 1
Apresentações e Boas Vindas – 10 min
Apresentações
A nossa Abordagem
Metas e objetivos

Parte 2
Revisão – 30 min
Quais são os nossos desafios virtuais? (POLL)
O que podemos aprender de grandes influenciadores?
Revisitar a matriz de interlocutores
Priorizar a nossa atividade de influência

Parte 3
Case study – 50 min
Quais são os nossos desafios virtuais? (POLL)
O que podemos aprender de grandes influenciadores?
Revisitar a matriz de interlocutores

VILT 2

Parte 4
Ferramentas da influência – 90min
Explorar o modelo da influência CAN
Connhecer as “Currencies” nas negociações
CASE STUDY – As “currencies” chave dos interlocutores
Resumo, próximos passos e feeback

Contacte-nos

Contacte-nos para receber uma proposta de implementação à medida da sua empresa

  • Se você quiser que a TACK & TMI responda a uma RFP, faça o upload aqui
    Tipos de ficheiros aceites: pdf, doc, docx.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.
Voltar ao inicio